quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Ana.

Referência Bíblica: 1 Samuel 1:1 a 2:21

Versículo para Memorizar: “Não fiquem preocupados com coisa alguma; em tudo sejam conhecidas, diante de Deus, as suas petições, pela oração e pela súplica” - Filipenses 4:6

Havia um homem da tribo de Efraim, chamado Elcana, que vivia na cidade de Ramá, na região montanhosa de Efraim. Elcana tinha duas mulheres, Ana e Penina. Penina tinha filhos, porém Ana não tinha. Penina, sua rival, provocava e humilhava Ana porque o Senhor não permitia que ela tivesse filhos. Isso acontecia ano após ano. Sempre que iam ao santuário do Senhor, Penina irritava tanto Ana, que ela ficava só chorando e não comia nada. Certa vez eles estavam em Siló e tinham acabado de comer. Eli, o sacerdote, estava sentado na sua cadeira, na porta da Tenda Sagrada. Aí Ana se levantou aflita e, chorando muito, orou a Deus, o Senhor.

E fez esta promessa solene: — Ó Senhor Todo-Poderoso vê a minha aflição e lembra-se de mim! Se tu me deres um filho, prometo que o dedicarei a ti por toda a vida e que nunca ele cortará o cabelo. Ana continuou orando ao Senhor durante tanto tempo, que Eli começou a prestar atenção nela e notou que os seus lábios se mexiam, porém não saía nenhum som. Ana estava orando em silêncio, mas Eli pensou que ela estava bêbada e disse: — Até quando você vai ficar embriagada? Veja se para de beber! — Senhor, — respondeu ela —, eu não estou bêbada. Estou desesperada e estava orando, contando a minha aflição ao Senhor.

Eu estava orando daquele jeito porque sou muito infeliz e sofredora. Então Eli disse: — Vá em paz. Que o Deus de Israel lhe dê o que você pediu! Ela ficou grávida e, no tempo certo, deu à luz um filho. Pôs nele o nome de Samuel. Elcana e a sua família foram a Siló para oferecer ao Senhor o sacrifício anual e o sacrifício especial que ele havia prometido. Ana, porém, não foi. Ela disse ao marido: — Assim que o menino for desmamado, eu o levarei ao santuário de Deus, o Senhor, para que ele fique lá toda a sua vida. Depois que ele foi desmamado, ela o levou a Siló. Samuel era muito novo, tinha dois ou três anos, quando a sua mãe o levou à casa do Senhor, em Siló.

Os pais de Samuel ofereceram um touro em sacrifício e levaram o menino para Eli. Ana disse: - Eu pedi esta criança a Deus, o Senhor, e ele me deu o que pedi. Por isso agora eu estou dedicando este menino ao Senhor. Então eles adoraram a Deus ali. Ana, a sua mãe, todos os anos fazia uma túnica para ele e a levava quando ia com o seu marido oferecer o sacrifício anual. Então Eli abençoava Elcana e a sua mulher e dizia: — Que o Senhor Deus dê a você e a Ana, a sua mulher, outros filhos para tomarem o lugar do que foi dedicado a ele! Depois eles voltaram para casa. E o Senhor abençoou Ana, e ela teve mais três filhos e duas filhas.

E o menino Samuel crescia no serviço de Deus, o Senhor. Ana foi persistente, e clamou ao Senhor com choro! Ela queria ter um filho. E Deus ouviu o seu clamor e lhe deu Samuel. Você tem um grande pedido para fazer ao Senhor? Então você não pode fazer uma oração qualquer. Você tem que fazer como Ana: suplicar, clamar, chorar por aquilo que você precisa que Deus faça em sua vida. E Ele te ouvirá, e algo vai acontecer! Ore com fé, crendo que o Senhor vai agir e te ajudar!

Atividades:

Brincadeira: “SOPRA-SOPRA” - Material: balões de assoprar, papel sulfite, canetas coloridas. Escrever frases da história de Ana, em tiras de papel sulfite, e colocá-las dentro dos balões. As crianças deverão assoprar o balão até estourar. Em seguida, recolher as frases e montá-las na sequência da história. Variação: pode fazer frases da história ou palavras do versículo.

Brincadeira: Ambulância: Faça dois grupos, duas crianças do grupo serão a ambulância, os demais serão os pacientes que ficaram deitados no chão, o professor fica na linha de chegada que seria o hospital. Cada dupla de crianças "ambulância" devem levar uma das crianças pacientes deitadas do seu grupo até a linha de chegada, até que todas sejam transportadas, os que persistirem e chegarem com todos os pacientes primeiro, ganha.





Vídeos:

video


Nenhum comentário:

Postar um comentário